Category: São Francisco do Conde

Bibliotecas terão funcionamento diferenciado de 14 a 16 de fevereiro

A Biblioteca Setorial Campus dos Malês terá expediente interno nesta quinta-feira (14), devido a uma reorganização de seu layout. A devolução de exemplares poderá ser realizada das 8h às 17h. Outras demandas podem ser enviadas, normalmente, pelo e-mail [email protected] e serão atendidas assim que possível.

Já nesta sexta e sábado (15 e 16/2), o Sistema Pergamum estará em manutenção em todas as bibliotecas do Ceará e Bahia. Portanto, todos os serviços oferecidos pelo Pergamum estarão indisponíveis nesses dias. Os usuários com devoluções para estas datas não sofrerão prejuízos.

Ressaltamos que durante esses dois dias o expediente será normal, permitindo que os usuários tenham acesso ao ambiente da biblioteca para realizarem seus estudos e pesquisas no acervo.

Divulgado resultado preliminar do Paes (Jan/19) do Ceará e da Bahia

A Coordenação de Políticas Afirmativas e Estudantis (Coest/Propae) divulgou o resultado preliminar do Programa de Assistência ao Estudante (Paes), relativo a inserção e renovação, janeiro de 2019, Acarape e Redenção (Ceará) e São Francisco do Conde (Bahia).

Confira:

Acarape – CERedenção – CE

São Francisco do Conde – Bahia

Os recursos serão recebidos nos dias 12 e 13 de fevereiro, no seguinte local e horário:

Ceará – Coest, Unidade Acadêmica dos Palmares, bloco II, 1º andar, Sala 111, das 8h30 às 11h30 e das 13h15 às 16h15.

Bahia – SEACE, Campus dos Malês, de 8h30 às 11h30 e de 13h30 às 16h15 .

A coordenação informa que não será aceita a anexação de documentos aos formulários de recurso.

I Semana do Curso de Licenciatura em Ciências Sociais do Campus dos Malês ocorre de 11 a 15 de fevereiro

A I Semana do Curso de Licenciatura em Ciências Sociais do Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA, ocorre de 11 a 15 de fevereiro, na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

Confira a programação completa.

Esta I Semana apresenta as produções e
as reflexões do Curso de Licenciatura em Ciências Sociais desse
campus. O curso, cuja primeira turma ingressou no 1º semestre de 2017, vem
afirmando seu compromisso com a formação de profissionais de ensino na área de
Ciências Sociais, entendendo que a formação crítica, aberta à dialogicidade, às
múltiplas perspectivas epistemológicas de apreender o mundo, é o
instrumento fundamental para a conquista de um mundo mais justo e mais
acolhedor em relação às diversidades e à busca de equilíbrio e justiça
social.

Durante seus cinco dias de duração, a I Semana do Curso de Licenciatura em Ciências Sociaispromoverá conferências, oficinas, mesas-redondas, lançamento de livros e apresentação de trabalhos dos discentes, abordando diversos temas que atravessam nossa formação e trajetória enquanto educadores formando outros educadores, no campo das Ciências Sociais. Na programação, destaca-se a questão da educação  e produção de uma ciência antirracista, na perspectiva da África e suas diásporas; o diálogo de saberes, relações étnico-raciais no campo educacional; o enfrentamento  do sexismo e da homofobia e a educação frente às novas tecnologias.

Avaliação de cursos 2018.1 começa nesta segunda-feira (4)

Nesta segunda-feira (4) terá início a Avaliação de Cursos da Unilab, referente ao semestre letivo 2018.1. A avaliação será realizada por meio do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa), no qual discentes e docentes serão automaticamente notificados no momento do acesso.

A Avaliação de Cursos da Unilab está sendo realizada sobre a coordenação da Comissão Própria de Avaliação (CPA). A CPA é constituída por membros da comunidade acadêmica e da sociedade civil organizada, entre eles: docentes do quadro efetivo, provenientes das diferentes áreas do conhecimento contempladas na Unilab; representantes do corpo de servidores técnico-administrativos (TAEs); representantes do corpo discente; representantes da sociedade civil organizada.

A expectativa, segundo a CPA, é de que todos os docentes e estudantes participem desta Avaliação de Cursos. Mesmo considerando a instituição recente do processo, tem-se observado uma crescente adesão dos docentes e discentes, com destaque para a participação dos cursos de História (32,9%), Humanidades (33,2%), Matemática (38,2%) e Enfermagem (41,4%) na última edição.

Cabe ressaltar que a Avaliação de Cursos é um pré-requisito para o credenciamento, reconhecimento e acompanhamento periódico da qualidade dos cursos de graduação da Unilab. Esta verificação tem a finalidade de fomentar permanentemente a melhoria da qualidade da educação superior, sendo instituída recentemente como instrumento diagnóstico contínuo e sistemático na universidade, visando o levantamento de dados capaz de dar subsídio para o efetivo processo de gestão acadêmico-pedagógica dos cursos.

Resultados anteriores

Estão sendo estabelecidos ainda os fluxos de informação dos resultados das duas avaliações de curso anteriores no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas – Sigaa pela Diretoria de Tecnologia da Informação – DTI. Em breve, o acesso será divulgado à comunidade acadêmica (docentes, discentes e coordenações de cursos).

Aguardamos sua participação nesse processo, sendo fundamental para a concretização do ciclo avaliativo na Unilab!

Aberto edital para cooperação com África, Ásia e América Latina

Foi divulgado no Diário Oficial da União o Edital Nº 40/2018, referente ao Programa de Cooperação Brasil Sul-Sul, o Coopbrass. O documento torna público a seleção de projetos conjuntos de pesquisa com países da África, da América Latina e Ásia que não tenham acordo de cooperação vigente com a Capes, em todas as áreas do conhecimento, de modo que os benefícios alcancem todas as instituições envolvidas.

O Programa pretende fomentar o intercâmbio entre Instituições de Ensino Superior e Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação brasileiros, nos termos do Decreto 9.283/18, e estrangeiros no âmbito da Cooperação Sul-Sul.

InscriçõesAs inscrições serão gratuitas e admitidas exclusivamente pela internet, mediante o preenchimento do formulário de inscrição e o envio de documentos eletrônicos, dentro dos prazos estabelecidos no Edital. O link de inscrição estará disponível na página do Programa de Cooperação Brasil Sul-Sul até maio de 2019.

Fonte: Brasília – Redação CCS/CAPES

Grupo Nzinga de Capoeira Angola realiza encontro no Campus dos Malês

Em língua changana a expressão “Ntlhangano Culturas” pode ser traduzida por encontro de Culturas e expressa o trabalho que o grupo Nzinga de Capoeira Angola tem realizado ao longo de seus 23 anos de existência. Situado em várias cidades do Brasil e do mundo (Argentina, México, Alemanha, Estados Unidos, Japão e Moçambique), há dez anos atua na cidade de Maputo, Moçambique. Pela linguagem da capoeira angola tem-se estabelecido um intercâmbio entre Brasil e Moçambique através do qual se é possível acessar uma série de conhecimentos tradicionais. Neste encontro será discutido o impacto do trabalho do grupo em Maputo, que ao longo dos anos tem realizado tanto eventos de capoeira, como variados projetos a exemplo do “Mandinga em sala de aula” (que firmava parceria com professores da Educação Básica),  bem como a visão dos participantes do grupo sobre o Brasil a partir desse contato com a capoeira.  A conversa será conduzida por Fernando Alfredo Malovane e Emilton João Dzonzi, coordenadores do núcleo Nzinga – Maputo e contará com a participação de pessoas dos demais núcleos do grupo. A atividade tem também o apoio e participação dos integrantes do projeto Vadiação – Vivências artísticas e intervenções pedagógicas afro-brasileiras.

A atividade é organizada pelo Grupo AnDanças, coordenado pelas professoras Elizia Cristina Ferreira e Lia Laranjeiras. Não é necessário inscrever-se, informações através do email [email protected]

O grupo Nzinga de Capoeira Angola forma parte do  Instituto Nzinga de Estudos da Capoeira Angola e Tradições educativas Banto no Brasil. Há treze anos o núcleo de Salvador realiza a campanha “Iemanjá protege quem protege o mar” em torno das comemorações do 02 de fevereiro. Esse evento inclui roda de capoeira angola no dia da festa, entrega de presente para as nkisis e também discussão em torno das questões ambientais, raciais e da cultura afro-brasileira.

O evento acontecerá na quadra do Campus dos Malês, nesta segunda-feira (4), a partir das 14h.

Equipe da Diretoria de Tecnologia de Informação (DTI) participa do Workshop de Tecnologias de Redes do POP-CE/RNP

A equipe da Diretoria de Tecnologia de Informação (DTI/Unilab) participou, nesta semana (dias 29, 30 e 31), do evento tecnológico: (WTR) Workshop de Tecnologia de Redes do Ponto de Presença da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa no Ceará (POP-CE/RNP), ocorrido no Campus do Pici, da Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza/CE.
 
O Workshop de Tecnologias de Redes do PoP-CE é voltado para gestores e equipes técnicas da área de TIC das principais instituições públicas e privadas de ensino e pesquisa do estado do Ceará. A ação faz parte do Sistema de Capacitação e Integração, uma realização da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), junto ao Ponto de Presença local (PoP-CE).
 
O encontro promoveu troca de experiências e aprendizados, compartilhamento de soluções técnicas nas áreas de projeto, operações, monitoramento, gerenciamento e segurança de redes avançadas, com oportunidade de capacitação técnica, além de estabelecer contatos entre instituições de grande notoriedade no Ceará, de parceiros da Rede GigaFOR e CDC acadêmico.
 
A programação do Workshop contou com palestras e minicursos para os profissionais de TI das instituições participantes. Além de oferecer cursos práticos com temas variados entre capacitações que agem diretamente na melhoria das práticas para tratamento de incidentes, gestão ágil de projetos e administração de containers. Durante o evento, os participantes puderam interagir em palestras oferecidas sobre as soluções e serviços avançados da RNP, cases de sucessos de clientes RNP e sobre a implantação da Angola cable, entre outros.
 
Diretoria de Tecnologia e Informação (DTI/Unilab)
A equipe da DTI é composta por 47 servidores, nos campi do Ceará e Bahia. A diretoria é responsável pela gestão da infraestrutura de hardware e software da universidade, além do planejamento e execução das políticas de TI. A Unilab atualmente conta com um parque computacional de 925 máquinas ativas, 5 grandes sistemas (SIGAA, SIPAC, SIGRH, SIGAdimin, SEI), além dos sistemas de apoio (SISGEF, SELEST, SISURE, SEMUNI).
 
Sobre a RNP
A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) provê a integração global e a colaboração apoiada em tecnologias de informação e comunicação para a geração do conhecimento e a excelência da educação e da pesquisa.

Estudante angolana da Unilab/BA é selecionada no Mestrado em Estudos Étnicos e Africanos da Universidade Federal da Bahia

Margarida Duete Lourenço Bendo , estudante angolana da Unilab, Campus dos Malês/BA

O Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA, teve a primeira aprovação de uma estudante do continente africano no Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Estudos Étnicos e Africanos (Pós-Afro/CEAO), da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, na Universidade Federal da Bahia (UFBA), seleção de mestrado 2018-2019.
A estudante angolana do sétimo semestre, do curso de Licenciatura em Ciências Sociais, vinculado ao Instituto de Humanidades e Letras (IHL), do Campus dos Malês/BA, Margarida Duete Lourenço Bendo, foi aprovada com uma vaga de mestrado sob a linha de pesquisa Estudos Africanos enfoca a África, com ênfase nas formulações sobre etnicidade, identidade, gênero e raça, a partir do estudo da história e cultura do continente, da UFBA.
Sua pesquisa teve a temática: “Tchikumbi: Ritual de iniciação feminina como forma de construção dos papeis de gênero em Cabinda, Angola”, sob a orientação da professora Dra em Antropologia Social do IHL/BA, Maria Andrea dos Santos Soares.
 
A pesquisa etnográfica busca pensar e analisar o ritual de iniciação feminina, Tchikumbi. Saber até que ponto é legitima as delimitações dos papéis de gênero dentro da sociedade dos Cabindas e se há conflito entre essa delimitação e os anseios das novas gerações. O ritual enquadra-se numa das fases de iniciação da mulher para a fase adulta, ou seja, apresentá-la à sociedade, como estando pronta para a vida jovem/adulta. 

 

“Essa conquista, muito importante para mim e para minha família, terei a oportunidade de problematizar a questão do conceito de gênero, sua aplicabilidade em contextos africanos e a condição feminina no contexto contemporâneo de Cabinda, tudo isso dentro de um programa que pesquisa e valoriza os estudos africanos como uma fonte de produção de conhecimento”, declarou Margarida Bendo.
 

Grupo de pesquisa Geofilosofia e Performances de Pensamento promove Minicurso na Unilab/BA

O Grupo de Pesquisa Geofilosofia e Performances de Pensamento, do Instituto de Humanidades e Letras (IHL), realiza no Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA, nesta quarta e quinta-feira (30 e 31), um mini-curso sobre “A crítica à metafísica na poesia de Fernando Pessoa”.
A atividade tem início às 9h30. No primeiro dia (quarta, 30), acontecerá no Quiosque Brisa do Mar, próximo ao Campus dos Malês – Unilab e, na quinta (31), na sala 02, do Campus dos Malês/BA. A inscrição pode ser feita na hora da atividade ou pelo e-mail: [email protected]
Programa busca, através do curso, investigar a articulação de elementos caros à tradição filosófica ocidental colocados em jogo pela poesia de Fernando Pessoa. Será discutido em que medida está a poesia opera uma crítica à metafísica através, entre outros aspectos, de uma desmistificação da noção de representação e do desmonte da ideia de sujeito. Partindo da leitura de poemas, buscaremos interpretar o estatuto da ficção na obra de pessoa e explorar possíveis sintonias entre a sua abordagem e a de autores que podem ser identificados com o chamado pensamento da diferença, tais como Nietzsche, Deleuze e José Gil.
A atividade é organizada pela linha de pesquisa AnDanças da professora do IH, Elizia Cristina Ferreira, também pertencente ao grupo “Geofilosofia e performances do pensamento”.